SURPREENDER É TUDO!

Só agora assisti Ratatouille,o filme de um ratinho cozinhando em Paris.Você já viu há muito tempo?Então compreenderá a satisfação desta blogueira quando o viu (atrasada!)na tela.

Uma história muito simples,mas com uma moral grandiosa.De onde você menos espera,de quem você menos espera…
Poderá se vislumbrar algo muito inesperadamente bom…excelente de verdade.
Remy é um rato diferente,melhor dizendo,têm um ótimo olfato como os outros da sua espécie,mas resolve empregar de forma mais artística!
Ele quer ser chef de cuisine…e dos bons!O melhor! 
Mas quem racionalmente,deixaria um rato à frente de um restaurante preparando pratos com suas patinhas?Hein?
Assim é o nosso preconceito em rotular tudo do jeitinho que já nos disseram que as coisas devem ser…devem mesmo?
Aonde que isso foi prescrito e datado como certo e obrigatório?
Tá no caso do rato aqui em nossa vida rotineira até faz sentido,rato é mesmo sinônimo de sujeira…
Mas o rato aí foi mero símbolo,pra algo mais profundo.
Quem foi que disse que só é bom quem é PHD?Quem foi que afirmou que só os com diploma na mão têm condições de dar conta do recado?Hein?
Ás vezes,tudo pode ser só uma questão de oportunidade…
Quem sabe um sem pós graduação dá mais conta do recado do que você tal convencidamente ciente e de posse do seu diploma universitário?
Você têm diploma,mas não têm carisma…

Você não têm talento!
Você pagou uma faculdade,teve chance de onde estagiar porque namorou a pessoa certa(que coincidentemente é seu superior hoje).
Você é uma farsa,e no fundo quando você têm a tela aberta pra produzir um texto escrito,você passa por outros cantos pra pegar sua inspiração(na verdade,na maioria das vezes à dos outros)e dali esboçar seu pretenso texto super cabeça!
Todos lêem,e dizem que você é o máximo!
Mas você sabe que como Linguini,no filme,aquela idéia não foi sua,você não têm talento,nem criatividade!
Por quê não usa sua própria inspiração?

Por quê não busca seus próprios rumos?
Você é um Linguini aqui na vida real…vivendo do talento alheio.
Sabe o que eu quero?

Quero ser ALGUÉM que um dia consiga surpreender aos outros…como Remy fez!Sem copiar ninguém.

"A inteligência nada têm a ver com grau de cultura"(Fausto Silva)

Sandra Sclata

Esse post foi publicado em FILME. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s