Curto

Fui assistir a mais uma noite no Festival Oi Novo Som…bom, não vou repetir o que já sabem: o cenário é impecável, Cinemathéque sempre recebem bem e sempre me faz me sentir bem.Então, voilá, quem foi que subiu ao palco?Eletro.Sim, eu fui lá para conferir o som desta banda.Já conhecia algumas canções deles como “Navegar“(que é linda!) mas faltava algo:faltava vê-los ao vivo e, fui elétrica assisti-los e o que ví foi uma banda estruturada…Eu explico: é que tudo estava arrumadinho, no seu devido lugar, uma plateia com coreografias prontas, músicos no palco, instrumental bom, letra boa, voz boa – tudo bem, bem técnico e, não eletrizante… apesar de ser Eletro(???).Tudo bem isto é só uma observação, gosto do trabalho da banda…enfim, ninguém precisa entrar em curto circuito por isso!

NAVEGAR (Eletro)
“Abre a clarabóia, gira o leme, esquece o cais
O vento vai levando o que insistiu não nos deixar
Quero que você cresça sozinho, não é tão mal…
O medo? Que desapareça desse lindo coração!
Içar velhos erros, tudo mais que te ancorar

O mar nos vai guiando, e a vida cuida de apagar o que não é da minha culpa
Em paz, preciso aceitar a tempestade escura, até a lucidez voltar
Quero não lembrar o quanto ainda vou mentir
Antes de chegar, me ensina aonde ir…?
Quero que você cresça em paz, preciso aceitar…
O medo? Que desapareça até a lucidez voltar!
Quero não lembrar o quanto ainda vou mentir
Antes de chegar, me ensina aonde ir…

Patrícia Fields

  

 

Esse post foi publicado em Música. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s