Atualizar

Vcs já repararam que quando se presencia os avanços tecnológicos falamos de vida?É como se fôssemos testemunhas oculares de grandes mudanças que depois aparecerão escritas num livro de História de uma forma fria e descontextualizada para que as gerações futuras aprendam e a gente diga: – Não foi nada assim…Mas para vc não achar que é mais um devaneio meu, basta olhar à sua volta – os orelhões desta cidade são um exemplo vivo de um avanço daquilo que chamamos de civilização.Eles simplesmente mudaram e mudaram diante dos nossos olhos e todo mundo passa por eles como se fossem estátuas.Vcs lembram do orelhão de ficha?Nossa, gente quanta grana eu gastei para bater um papo decente no orelhão – sim porque com uma ficha não se conseguia nada, ela caía antes da pessoa do outro lado responder "oi" rsrsrs.Então, quando trocaram esta tecnologia pelo orelhão de cartão foi a salvação!Pasmem vcs, Sandra Sclata lembrou de guardar uma ficha para mostrar para seu filho (que ainda não nasceu e nem foi planejado) como funcionava o orelhão…mas então eu lhe alertei para uma coisa: enfrentaremos um outro problema – o de explicar onde se colocava a ficha no telefone rsrs.Voltando ao cartão, ele ajudou, e ainda hj os orelhões são assim mas…aí é que está: os orelhões deixaram de ser atualizados, continuam os mesmos por anos a fio, o que foi que aconteceu?Aconteceu que agora a maioria(a grande maioria eu diria) tem celular! A sociedade do "falo com vc em qualquer lugar que vc estiver" se instalou e desde então se ampliou para net, emails, interatividade total, memórias flashs, ninguém mais quer esperar.Marcar reunião de trabalho pelo celular, avisar que vai chegar mais tarde no compromisso no meio do engarrafamento sem sair do carro usando o celular virou um comportamento normal.A violência tb ajudou – afinal ninguém vai ficar parado na rua para ligar no orelhão, só se for em último caso.Ganhamos em rapidez, parece que não queremos perder tempo…mas corremos tanto para onde?Para quê?E agora leio, que os orelhões estão sendo depredados por vândalos, muitos estão até sujos…Passaram a não ter utilidade?Será?Mas gente não precisa destruí-los.Talvez modificá-los fosse a solução.Sabe, a sensação que tenho é de que tudo em volta está se modernizando menos ele:o orelhão.Está alí como um símbolo de uma juventude que não saía de casa para destruir e sim para conversar no telefone, está alí como símbolo de uma juventude que não navegava na internet o dia inteiro…Não estou dizendo que devemos parar neste tempo não, mas sim trazer o orelhão para este tempo – para o tempo presente.Se isto acontecer talvez parem de depredá-lo para usá-lo.Não sei no que o orelhão poderá se transformar mas se ele já se adaptou uma vez pode mudar uma vez mais.

Ah, em tempo, o orelhão tem esse nome por um motivo óbvio: o formato de suas cabines lembram uma orelha e tb é uma espécie de brincadeira sobre a sua função de escuta – se bem que no telefone, como em muitas coisas da vida, se tem o movimento recíproco de ouvir e falar…

Amanhã rola:

-Meia Maratona em Volta Redonda no Estádio da Cidadania

-Homem de Ferro no Telecine Pipoca às 20h

-Banda Attack no Ska Skate Rock

-Lançamento do Pequeno Cidadão no Teatro Anhembi

-Em nome do samba no Café Nice

Patrícia Fields

Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s