UMA BELA LIÇÃO

 

Acabo de ler o livro impresso:”O Planeta dos Macacos”,de Pierre Boulle.

Neste clássico de 1963,que já virou virou filme por pelo menos duas vezes,a narrativa é surpreendente!

"-O que aconteceu era previsivel.Uma preguiça cerebral apoderou-se de nós.Fim dos livros,até os romances policiais tornaram-se uma fadiga intelectual excessiva.Fim dos jogos,das vitórias,a rigor.Até o cinema infantil não nos atrai mais.Enquanto isso,os macacos meditam em silêncio.Seu cérebro desenvolveu-se na reflexão solitária...e falam.Oh!pouco,quase nunca conosco,exceto para algumas recusas,desdenhando os homens mais temerários que ainda se atrevem a lhes dar ordens.Mas à noite,quando saímos,trocam impressões e se instruem uns aos outros."(pg.186,O Planeta dos Macacos de Pierre Boulle)

 

Nunca me decidi por qual versão cinema gostei mais…se:a de Charles Heston, ou se a de Tim Burton.Mas com a certeza da riqueza de detalhes do impresso,não me esquecerei…Impressionante como o mundo e a vida se apresentam ao contrário!

Tanto no filme,quanto no livro impresso,são os macacos que possuem total dominio sobre tudo.Eles é que possuem um raciocinio lógico,e exercem total autoridade sobre o planeta.

Nesta trama,homens vivem enjaulados e nus…não conseguem sequer proferir uma frase com qualquer minimo nexo que seja!Já os macacos reinam absolutos de sua superioridade e dominio secular.

Mas como terá se dado este fato?

“-O que aconteceu era previsivel.Uma preguiça cerebral apoderou-se de nós.Fim dos livros,até os romances policiais tornaram-se uma fadiga intelectual excessiva.Fim dos jogos,das vitórias,a rigor.Até o cinema infantil não nos atrai mais.Enquanto isso,os macacos meditam em silêncio.Seu cérebro desenvolveu-se na reflexão solitária…e falam.Oh!pouco,quase nunca conosco,exceto para algumas recusas,desdenhando os homens mais temerários que ainda se atrevem a lhes dar ordens.Mas à noite,quando saímos,trocam impressões e se instruem uns aos outros.”(pg.186,O Planeta dos Macacos de Pierre Boulle)

Todos os humanos do planeta deveriam ler o livro/assistir o filme, senão para curtir uma narrativa agil e interessante,ao menos pra vislumbrar um pouco do que os animais muitas das vezes passam, ao serem encarados como meras cobaias.

Quem já respeita os animais como eu,vai somente especular sobre como pode a razão humana,andar tão próxima à loucura.

Quem não os respeita possa talvez aprender uma bela lição:

Tudo que vive é teu próximo.

Pense nisso.

Sandra Sclata

Esse post foi publicado em Livros. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s