TODA DIFERENÇA

 

Estamos todos acompanhando a atual conversação para termos um novo código florestal vigente.Ao que tudo indica,bem mais justo e atualizado com as reais necessidades do nosso Brasil hoje!

Se for possível salvar:

– as nossas matas

-os nossos rios(e seus maravilhosos peixes)

Que tudo seja decidido o quanto antes…

Pelo que eu,leiga entendi,ambientalistas e proprietários de terra não concordam em vários pontos no que diz respeito ao quantitativo de terras a serem preservadas…uns acham que deveria se preservar menos,outros acham que quanto mais preservação melhor.

Partilho dessa opinião também…embora não tenha o meu pedacinho de chão,nem mesmo uma casa de campo pra compor meus posts pra este blog,acho que quanto mais conseguirmos preservar melhor!E uma distância proporcional dos rios,deve mesmo fazer toda diferença no resultado final.

Já foi desmatada por demais toda a natureza…é preciso mesmo uma nova lei que regulamente e fique mais de olho no nosso chão.

É bem verdade,que há alguns proprietários que mesmo sem cobranças já fizeram a preservação reserva que o novo código sugere.Estes sem sombra de dúvidas,não estranharão muito as novas medidas.

Resta-nos saber,se quando o acordo for finalmente firmado,haverá uma fiscalização rotineira e transparente.Por aqui muitas das vezes,uma Lei é planejada,votada e aceita.Mas nunca,nunca mesmo sai do papel e dos trâmites iniciais…Se for assim de nada adianta tanto blá blá blá.

Ainda falando sobre a natureza que tanto respeito,deixo aqui algo que li e concordo:

“Depois da notícia de que, ao fim de prolongado debate jurídico, foi negado por um tribunal o habeas corpus impetrado em favor de um chimpanzé enjaulado em solidão no Zoológico de Niterói, vieram ao conhecimento público outras providências judiciais em nome de animais, pelo Brasil afora. Isso está ficando interessante…Os donos de cachorros frequentemente acham que estes pensam, raciocinam e comunicam seus pensamentos, só faltando mesmo falar. Logo, têm direitos e talvez a única coisa que lhes negue a condição de sujeito de direito seja a circunstância de que a linguagem do cachorro ainda não tem tradutores oficializados…
Considerando a maravilhosa diversidade do ser humano, acho que, a partir desse precedente, viremos a testemunhar ações movidas não somente por cachorros, gatos, peixes de aquário e outros animais domésticos…Nós somos os favoritos de nós mesmos, não da natureza. Nossos corpos, biodegradáveis como são, para outras espécies não passam de simples comida e, homens, bichos ou plantas, a Terra acabará digerindo todos nós.” (João Ubaldo Ribeiro)

Pois eu acho sim,que meus peixes de aquário pensam,raciocinam e comunicam seus pensamentos,só faltando mesmo falar.Sou apaixonada por eles…Penso que se esse código florestal ou outra qualquer medida para a natureza venha a falhar,seremos de fato todos digeridos pela Terra de forma feroz.

Ela não suporta mais os maus tratos que tem sofrido.

Sandra Sclata

Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s