RAREZA COM WANDO

Coisa Cristalina

Lá vou eu de novo,

coração nos olhos num final de tarde,

me sentindo assim

Cheio de vontade,

de te ver de novo

Coisa cristalina

meu raio de luz

meu amanhecer

Coisa, coisa cristalina,

mata meu desejo

mata minha sede,

deixa eu te querer

Queria ser um beija-flor

repousar no seio desse teu amor e ficar

E da prisão desta ternura nunca mais sair

Coisa cristalina vem brilhar em mim

(Wando)

Esse post foi publicado em Música e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s