O EFEITO DA VERDADE

Dois irmãos e um só trono.Um só reino.Duas pessoas que precisam descobrir a verdade sobre si mesmas.Assim é a releitura de Kenneth Branagh para a história de “Thor” – o filme sobre o deus do trovão que assisti.Devo dizer que assisti o filme Thor, procurando algum pretexto para continuar assistindo, porque o roteiro é muito previsível.O que salva no filme Thor é atuação de Anthony Hopkins (Odin), de Chris Hemsworth(Thor), de Loki(Tom Hiddleston), do guardião Heimdall(Idris Elba) e os efeitos especiais.Mas cá entre nós, o final do filme podia ser diferente.

No filme, Thor é um asgardiano arrogante, presunçoso que tropeça sobre suas próprias ações e ainda é traido pelo irmão Loki.Banido do reino Asgard, Thor acaba caindo na Terra e seu martelo também.Só que na Terra seus poderes não funcionam.Thor é atropelado por Jane, assim que chega, e logo surge um romance entre eles.Um romance imperceptivel até que o texto mencione.

A melhor cena do filme vai para o guardião do portal Heimdall que se liberta do gelo…foi demais!

Patrícia Fields

Esse post foi publicado em FILME, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s