NADA DISSO EXISTE MAIS

Assistia a peça teatral “Raimuda,Raimunda”,com texto de Francisco Pereira da Silva,dirigido pela atriz Regina Duarte,e representado por ela mesma e demais atores:Gustavo Rodrigues,Milton Filho,Rodrigo Becker,Henrique Pinho,Ricardo Soares,Rodrigo Candelot,André Cursino e Saulo Segreto(CCBB). 

No mote inicial Raimunda conversa com seu companheiro de viagem/vida,sobre a saudade que sente de sua infância,adolescência,uma linda juventude com oxigênio…pasto verde pelo mundo afora,nada disso existe mais…

Fecha o pano.

Vemos daí em diante,como tudo aconteceu!Raimunda em sua cidade natal muito pobre,não passa de uma garota do interior,cheia de paixão pela vida(e pelos garotos também)repleta de sonhos.Ela não é plasticamente bonita e seu lábio leporino espanta os garotos pelos quais ela se interessa/apaixona.Ou seja,ninguém quer namorar com ela.

Raimunda sonha em se formar no curso de Técnica de Enfermagem,e com duas amigas prostitutas(amizade sincera que vai durar enquanto viverem/sobreviverem),viaja para a “Cidade Maravilhosa”,vulgo:Rio de Janeiro.

Não há dinheiro sobrando,e elas pretendem “contar” com a boa vontade/carona dos caminhoneiros para chegarem ao destino sonhado.As duas amigas de Raimunda,acabam ficando pelo meio do caminho…cada uma com seu “bofe”.Raimunda segue adiante,e é enganada ao cair nos braços de uma paixão circense totalmente cobra.Ela continua seguindo sua viagem,demora tanto pra chegar ao Rio de Janeiro,que quando consegue,uma surpresa: o período de matricula para o curso de Técnica de Enfermagem já foi encerrado.

Mas como assim?Viajar de tão longe,sofrer tudo que sofreu para chegar até ali e ficar em vão chorando na porta da instituição que lhe nega uma vaga?Não…isso não…Raimunda vai ao Presidente da República lutar pelo seu sonho de estudar…ser gente que faz.

Ela consegue falar com o Presidente e também ter a vaga que tanto sonhara.Ainda por cima,consegue também uma cirurgia reparadora.Corre o tempo…

Agora ela é uma Técnica de Enfermagem formada e sem lábio leporino,até tem um namorado,melhor dizendo tornou-se amante do médico que a operou e é casado.Mas Raimunda ainda terá muitos outros amantes e ficará cada vez mais solitária.

Ela sobe na vida,é famosa e tem muito dinheiro,mas cai perante os valores que sempre guiaram sua vida,perdendo-se assim sua auto estima.Até que ponto se deve ir para conseguir a realização dos anseios profissionais e emocionais?E como será o futuro sem oxigênio e natureza viva(animal e vegetal)?

É simples,cara pálida,terminaremos a história/vida como anjos,alguns singelos outros caídos.

Ai,Mundica( de: Raimunda e Rudá)…ai,Mundica( de: Raimunda Pinto)…ai,que dó!

Sandra Sclata

https://escrevemosjuntos.wordpress.com/2012/08/20/o-que-a-midia-pode-lhe-fazer/

Milton Filho

 

https://escrevemosjuntos.wordpress.com/2014/02/07/os-amigos/

Gustavo Rodrigues

https://escrevemosjuntos.wordpress.com/2014/03/22/sala-fechada/

 

 

Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para NADA DISSO EXISTE MAIS

  1. just started a blog, and looking for all the information i can get. very nice blog, and great information.

    carleoniaugusto@hotmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s