ADIANTA?

Alguém por acaso já ouviu falar no termo: Justiça Restaurativa?Pois, trata-se de uma prática de mediar conflitos pelo diálogo, fazendo com que ambas as partes reconheçam a origem do problema.Mas pelo que entendí a justiça restaurativa não vem propriamente anular ou substituir coisa alguma, ela é apenas mais uma tentativa desesperada de encontrar a solução para a violência.Casos, que não precisariam necessariamente chegar a processo, como briga de vizinhos por terra, por vaga de garagem, e até discussão de torcida organizada (antes de chegar às vias da agressão física, é claro!) poderiam ser resolvidos pela justiça restaurativa.Mas não pense que na justiça restaurativa não há sanções/sentenças punitivas, pois há sim.E caso as duas partes:agressor e vítima não entrem em acordo é o juiz quem acaba decidindo(exatamente como em todo tribunal).

Este conceito de justiça restaurativa foi implantado no Brasil pelo sociólogo do direito Pedro Scuro Neto e, apesar de ainda não ter certeza se este método funciona e onde ele pode ser empregado, você pode saber mais sobre o assunto, basta acessar justica21.org.br.

->dica de hoje: reveja O Conciliador

Patrícia Fields

Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s