AS AVENTURAS DE BONITA

Acabo de passar um tempo lendo o livro “Bonita Luz: o sumiço do anjo barroco” de Ana Maria e Patricia Moretzsohn (tenho a impressão que o nome Bonita Luz já faz parte da família Moretzsohn…) e até que foi uma leitura previsível.A história do livro gira em torno de uma menina chamada Bonita Luz, que depois de perder a mãe acaba indo passar uns tempos com a avó em Tiradentes(Minas Gerais).Digo passar um tempo, porque parece que as autoras escreveram o livro já com a intenção de que ela seja uma série de livros com Bonita Luz onde em cada livro ela estaria em um lugar; inclusive está previsto que Bonita Luz vá parar na Bahia no segundo livro que já tem título: “Bonita Luz – o segredo da gameleira”.

Mas voltando a história do livro, Bonita Luz acaba se envolvendo numa investigação cujo o mistério é descobrir quem ou o quê sumiu com o anjo barroco.Bonita conta com ajuda de amigos que são de lados opostos: uma parte é evangélica, outra é católica e os antiquários.Toda a trama para mim estava indo bem exceto por um detalhe: a narrativa é redundante.Eu explico: é que até agora eu não vi motivo para a avó de Bonita ter feito duas viagens seguidas.E tem mais: por que Bonita tinha que passear pela cidade sozinha com o Quincas?Aonde é que tá o pai dela que não vê isso?Viajando à trabalho ou procurando alguma coisa com a filha precisando dele?Tisc, tisc.

Bonita Luz tem fôlego para mais aventuras, só espero que sejam bem mais perspicazes.

∞Patrícia Fields

Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s