POR QUÊ É FAMOSA?

Fui visitar a expo “Yayoi Kusama – Obsessão Infinita” no CCBB e, fiquei pensando se todo mundo que lotou a fila dessa expo sabe realmente o que estava vendo.A artista em questão, digo Yayoi Kusama encheu uma sala, um barco, quadros e esculturas inteiras com formas semelhantes a falos.

Em outro ambiente da exposição, havia uma cabine com conteúdo não divulgado e quem entrava era trancado por fora, ficava lá dentro por alguns minutos e quando saía não contava o que tinha/nem o que aconteceu na cabine.O que será que havia na cabine?

É claro que eu não entrei na cabine.Mas conversando com minha irmã, cheguei a levantar varias hipoteses do que haveria na cabine.

Num outro ambiente havia algumas caixas surpresas de madeira, daquelas em que você só vê o conteudo com o tato; é bem assim: você coloca a mão e tenta adivinhar o que é sem ver.Em uma dessas caixas, as pessoas colocavam a mão e depois tinham que limpar as mãos.O que será que havia nessas caixas?

Pôr as minhas mãos alí nem pensar.

Yayoi se declara louca, e obcecada por sexo…por tudo isso a exposição me pareceu deveras estranha.Não gostei não.

Yayoi Kusama é um nome muito cultuado na arte contemporânea pop: tem colagens, pinturas, esculturas, instalações, fotos de perfomance no meio da rua e até uma parceria com a Louis Vitton que criou bolsas e acessórios com bolas iguais a da exposição.

Mas nem toda essa fama me fez mudar de ideia: achei a obra de Yayoi Kusama doentia.

:-s Patrícia Fields

Esse post foi publicado em Entretenimento, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s