CABO DE GUERRA

Acabo de ler “O livro das combinações: quando um país joga junto” de Mario Rui Feliciani.O livro fala da Constituição, das regras que foram criadas para o bom convivio social, e essa discussão é bem oportuna neste momento.

Já que atualmente parece que estas combinações não estão sendo respeitadas.E isso acontece por diversos motivos: talvez porque estas combinações estejam desatualizadas e já não correspondam mais o que a sociedade quer ou talvez porque uma margem da sociedade tenha adquirido o hábito de questionar tudo ou talvez porque uma margem da sociedade sinta prazer em descumprir regras.

Há muitas explicações, qual destas será a verdadeira?

A verdade é que formular uma combinação que atenda a todos sem exceção está cada vez mais difícil.Parece que cada um puxa a corda para o seu lado e, assim vivemos dias em que parece que estamos brincando de cabo-de-guerra.

Vejamos:vivemos num país onde a lei não pune quem solta pipa e fere alguém, mas pune quem atropela – ué, os dois foram acidentes; vivemos num país onde os crackudos consomem droga à luz do dia – ué, isso não seria apologia à droga?

Para se viver junto não pode haver bagunça – é o que diz o livro das combinações de Mario Rui Feliciani – e ele tem razão: sem lei, vira bagunça.

@-) Patrícia Fields

Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s