UM MINUTO

“One a minute?One a minute, ok?!” – foi com estas palavras que Klinsmann, técnico dos EUA, encerrou mais uma etapa desta Copa.Mais uma vez, vejo um técnico protagonizar um momento de indignação contra uma decisão arbitraria de um arbitro…Afinal de contas, todo mundo tem três, quatro e até seis acréscimos…por que o de Bélgica X EUA foi tão pouco?

E tem mais, o esforço do goleiro dos EUA deveria ter sido recompensado, ele fez grandes defesas mas não suportou a arena de gladiadores que aquele campo se tornou no jogo BélgicaX EUA.Quanto a seleção da Argelia ganhou o meu respeito.Foram dignos, cometeram poucas faltas, sabem jogar futebol, lutaram até o fim.Desde o gol de Slimani, percebi que a Argelia mudou sua história mesmo sem ter vencido a Copa.Aliás, não é preciso vencer para mudar a história.Agora, nas melhores rodas de conversa sobre futebol alguém há de lembrar, com muita propriedade, que a Argelia desta Copa foi um oponente à altura.Então, espero Argelia que seu povo não desista de competir.

Ah, em tempo, conheço alguns brasileiros que estão assistindo os jogos, que não são do Brasil, só até o começo do segundo tempo…com isso, eles não viram nenhum gol da Argentina rsrs que só faz gol no último minuto(.)(.)

E o Brasil, hein?Vai, Geração Brasil, para o alto e avante!

#Copa2014

Patrícia Fields

https://escrevemosjuntos.wordpress.com/2014/06/08/copa-do-mundo-2014-no-brasil/

Esse post foi publicado em Jogos, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s