LIBERDADE,FÚRIA E GLÓRIA

Assisti ao filme “Mad Max – estrada da fúria” e achei o filme angustiante e muito bem escrito. Aliás, a historia de Mad Max já era assim desde que este foi o Mel Gibson, lembram?
No novo filme, a disputa por comida e água continua sendo tema central da historia e o dilema continua sendo atual. O mundo de Mad Max é uma opção de futuro que nos espera e, deve ser considerado como algo horripilante…que deve ser evitado a todo custo.
A terra árida, sem forma e vazia…sem plantas, sem água, e ainda se ouve o grande chefe dizer: “não se viciem com água, beba pouco”. Um absurdo atrás do outro! Para viver, os humanos precisam brigar, lutar, matar…trabalhar não é o bastante, é preciso ser escravo na clareira. Então, uma mulher Furiosa decide mudar tudo, reescrever a história, descobrir se há vida e novas oportunidades do outro lado do deserto. Mas para mudar, ela terá de fugir,iniciar uma rebelião e talvez quem sabe até dar a sua vida por esse sonho. No meio do sonho que Furiosa não sonha sozinha, surge Mad Max para ajudar. E só ele pode ajuda-la e sabe por que? Porque Mad Max já viu de tudo no deserto, até a morte.
Nem sempre quem está no poder está certo…cabe a nós pensarmos no mundo que queremos ter.
Patricia Fields

Esse post foi publicado em FILME, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s