UM MUNDO INTEIRO

Aproveitei um tempinho livre e assisti ao filme “Jurassic World”(Spielberg). E acabei matando a saudade dos dinossauros.Sim, os dinossauros sempre foram os protagonistas dessa história. Me lembro do primeiro filme que era o Parque dos dinossauros, mais do que os efeitos especias, a trama seduzia a todos com uma simples suposição: como seria um mundo onde dinossauros e humanos vivessem juntos?
A resposta nunca é uma ideia fechada. E por isso, já estamos no quarto filme sem chegar a uma conclusão.
Nesse novo filme Jurassic World é um parque de sucesso, mas quem o patrocina acha que ver dinossauros se tornou um passatempo entediante. Para injetar mais emoção, o jeito é inventar um novo dinossauro. Um dinossauro imprevisível. Mas essa ganância pelo ineditismo acaba por criar um monstro que na minha opinião mais parecia um leviatã talvez, ou um dragão… Qualquer coisa menos dinossauro.
Só sei dizer que assim como os outros três filmes da franquia, este Jurassic world é demais.
Patricia Fields

Esse post foi publicado em FILME, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s