DAQUI MESMO

Estive no CCBB/RJ para assistir a peça “O Campo de Batalha” de Aldri Anunciação.No elenco: Rodrigo dos Santos e o próprio Aldri Anunciação,ambos dirigidos por: Marcio Meirelles ,Lázaro Ramos e Fernando Philbert.
Na trama do texto,dois soldados oponentes,encontram-se frente à frente…e só um deles ainda tem munição. Ele deve então matar imediatamente o seu inimigo?
Enquanto ali no campo 45 da batalha,eles debatem pontos de vista sendo de vez em quando interrompidos pela voz da guerra(interpretada/gravada pela atriz/
escritora Fernanda Torres),no campo 13 da mesma batalha os soldados sobreviventes jogam baralho.
Hein?Como é que pode?
Enquanto os dois soldados do campo 45 refletem e lutam entre si e por si…cada um por sua verdade/ideal,os do campo 13(será porque é o número do poder vigente hoje?)mostram-se alienados e desinteressados/desinformados.
E quer saber?Quando vejo os homens em pé nas ruas à toa ou nas praças jogando baralho, penso:
-meu Deus,tanta coisa acontecendo à nossa volta,e eles ali jogando cartas!
Ou seja,destinos fora daquelas cartas sendo traçados.
No texto da peça, um soldado é idealista,possui um coração nobre;e sente muitas saudades de sua filha adoentada.Este soldado quer voltar pra casa e ter um país/um Mundo melhor para sua família!
O outro soldado oponente, avalia o campo de batalha como um cenário de lucros & perdas.Este soldado quer porque quer ser a todo custo:o lado/o país vencedor.Desde pequeno vê aves morrerem e lucros surgindo em suas mãos sujas de sangue.Ele simplesmente não se importa!
Ele só não sabe que num campo de batalha,há muitos feridos e mortos.Poucos sobreviventes e ninguém vence.Numa guerra só o poder vigente ganha.
Neste Campo de Batalha disputa-se a água,mas o que mais poderá motivar outro Campo de Batalha neste nosso mundo/momento atual?
Excelente texto.Excelente peça. Excelente interpretação dos dois atores em cena.Imperdível.
P.S:A peça “Namíbia, não!” também de Aldri Anunciação deve reestrear em novembro.Não perca!Confira o livro também…foi prêmio Jabuti em 2013).
Plateia daqui mesmo deste campo de batalha do RJ,
Sandra Sclata

Esse post foi publicado em Entretenimento, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s