PROVA DE FOGO

Os pesquisadores Bernabé e José Moya descobriram que os ciprestes são mais resistentes a incêndios do que outros tipos de árvores. Essa descoberta pode mudar muita coisa. Afinal, as queimadas tem sido um problema ambiental enfrentado pelo mundo todo. Se descobrirmos um jeito de retardar o efeito das chamas sobre as plantas podemos acabar com o incêndio antes que ele se alastre.
Segundo a pesquisa, o cipreste possui um alto teor de umidade nas folhas, o que atrapalha a propagação das chamas. Os pesquisadores chegaram nessa informação quando observaram que numa área devastada pela queimada, os ciprestes eram as únicas plantas vivas.
Está comprovado: precisamos manter o nivel de umidade do ar para evitar o fenômeno das queimadas. E o único jeito de fazer isso é dar vida ao único ser vivo que produz mais de 300 litros de água por dia: as plantas. Vamos plantar!
Patricia Fields

Esse post foi publicado em Notícias e política, Saúde e bem-estar. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s