FLY

“Não venci todas as vezes que lutei. Mas perdi todas as vezes que deixei de lutar”(Mario Quintana)
Me lembrei dessa frase de Mario Quintana enquanto assistia ao filme “Creed-Nascido para lutar” com Sylvester Stallone, Michael B.Jordan, Tessa Thompson, entre outros. Enquanto matava a saudade do personagem de Rocky Balboa, um novo personagem nos é apresentado: Johnson Creed.
Johnson(Michael B.Jordan) só se mete em brigas no orfanato, sai dele ao descobrir que é filho de Apolo Creed(lembram?), ganha uma vida nova, rica mas o talento e a vontade de lutar permanece viva dentro dele. Ninguém quer vê-lo acabar como o pai. Ninguém quer treina-lo. O único caminho é procurar pelo melhor lutador de todos os tempos: Rocky Balboa(Sylvester Stallone).
O resto é pura “filosofia gonna fly now”(foi excelente terem mantido a musica) onde Creed encara a sua luta e Rocky Balboa também tem uma outra luta pra vencer. Afinal, como diria Mario Quintana, perdemos todas as vezes que deixamos de lutar.
P.S.: Mas vê se luta sem derrubar/destruir o outro, OK!?
#nascidapralutar
Patricia Fields

Anúncios
Esse post foi publicado em FILME, Nosso coração na rima leu, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s