MEU CASACO

Fui conferir a peça “O Capote” no CCBB com Rodolfo Vaz, Marcelo Villas Boas, Rodrigo Fregnan e Sarah Assis e, pela primeira vez pude ter contato com a escrita de Gógol. Em “O Capote” o funcionário publico Akaki junta dinheiro 😥 que ganha com o suor de seu trabalho para comprar um casaco…mas perai, eu disse suor? Pois suar é uma coisa que Akaki não consegue. Ele sente frio, muito frio. Frio no corpo, frio na alma e não dispõe de dinheiro suficiente para fazer um capote novo. E quando consegue adquirir um capote novo, ele o veste mas é como se não vestisse. O capote existe mas não o vemos.De tudo o que vi do texto, eu gostei da ideia inicial mas confesso que pensei num desfecho diferente…
#ccbb_rj
#euvouaoteatro
Patricia Fields

Esse post foi publicado em FILME, Livros, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s