LAVE AS MÃOS

O Fluminense não é o meu time. Sandra Sclata, sim, é que é tricolor de coração. Mas com licença, eu vou dizer antes que aconteça… Não é a primeira vez que técnico e jogador não se entendem. E sempre acontece a mesma coisa: assim que tal jogador sair do time, o técnico também sairá. Foi assim com o Botafogo(vocês lembram?), o técnico Oswald de Oliveira colocou Loco Abreu no banco de reserva e, por fim declarou que não tinha como aproveita-lo no time principal. Loco Abreu foi embora, o time amargou uma temporada desarrumado em campo até acertar. Quando acertou, Oswaldo de Oliveira foi embora e ainda declarou que era seu sonho liderar o novo time que o estava recebendo(e o Botafogo não fazia parte do seu sonho?). E ainda temos outro exemplo, o Luxury(tecnico) que não se entendia com Ronaldinho Gaúcho, o Ronaldinho Gaúcho saiu do time, logo o Luxury também saiu. É fato: os técnicos não gostam de jogadores que de certa forma exercem liderança dentro do time. Quando detectam um jogador com esse perfil, a ordem é desarrumar. Se Fred sair do Fluminense, o Cupim(ops Culpi) sairá logo depois(previsão!!!).
Em tempo: o whatsapp resolveu criptografar mensagens, arquivos e afins só pra depois dizer à justiça, se pedir algum dado a eles, que todo e qualquer conteúdo é de responsabilidade de quem usa esta rede? Foi só uma pergunta. Pergunta sem resposta,é claro.
#perguntasemresposta
Patricia Fields

Esse post foi publicado em Computadores e Internet, Jogos, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s