LIBERDADE

Ai que saudade da minissérie “Liberdade Liberdade”(Globo)! É incrível como a história simples de Joaquina, a filha de Tiradentes, foi capaz de abordar de forma ampla o conceito da escravidão X liberdade. No momento politico atual que estamos vivendo, essa historia foi bem oportuna, “caiu como uma luva”…
Rosa/Joaquina(Andreia Horta) foi uma libertária, que derrotou a tirania de um intendente, não deixou que a mensagem de justiça e liberdade que seu pai Tiradentes(Thiago Lacerda) plantou, morresse e, ainda fugiu com o homem que ama(Bruno Ferrari). Sim, todos estavam muito bem na trama que assisti, que desde o início dava indícios que seria uma tragédia.
O bandoleiro Mão-de-Luva(Marco Ricca)e seu celerado grupo terminam livres e ricos…mas perai, nesta história tinha gente pior do que eles, merecendo muito mais o castigo do que eles. Estou me referindo ao intendente Rubião(Mateus Solano) que matou muita gente e ainda tentou matar a própria mãe Virginia(Lilia Cabral), à Branca Farto(Natalia Dill) que mereceu provar do próprio veneno.
Enfim, Liberdade acabou e como aquele falcão da minissérie, voou. E eu termino falando como Joaquina: “- Um dia, todos seremos livres! Liberdade Liberdade.”
#anossabandeirajamaisseravermelha
#impeachmentja
#liberdadeliberdade
Patricia Fields

Esse post foi publicado em Entretenimento, Livros, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s