HOJE É DIA DE HORRORES

Era uma vez duas comadres, vizinhas de portão, as terras de uma terminava onde começava a da outra. Uma tinha paixão por galinhas, pasto, plantas. A outra, gostava de gatos. Tinha dez, vinte gatos. Todos a correr livremente pelas terras.
Um dia, um dos gatos ultrapassou a cerca de sua dona e foi parar na terra vizinha. Lá ele mijou nas plantas, matou uma galinha, sujou tudo. A dona da galinha morta foi reclamar com a vizinha, disse que não gostava de gatos. A vizinha ouviu tudo e debochou disse: é só um gatinho. Nos dias que se passaram os gatos continuaram a ultrapassar a cerca, não adiantava enxotar, nada adiantava. Até que um dia com todas as galinhas mortas pelo gato, a dona desta terra desistiu de criar galinhas, desistiu de tudo. Deixou sua terra vazia, morta. O mato tomou conta de tudo. Curiosamente nunca mais ela viu os gatos nem a dona destes.
Depois de muito tempo, ao passar na estrada a ex- dona da bela terra, vê de longe a vizinha perto de um monte de corpos e esterco. O mau cheiro dava para sentir ao longe. O montouro eram os gatos mortos.A vizinha havia dado cabo de seus próprios gatos. Aquela que os havia alimentado agora lhes tirava a vida. O motivo? Ora, os gatos haviam mijado e sujado suas terras – e isso era inaceitável. Inadmissivel.
#horroresdesexta
Patricia Fields

Esse post foi publicado em DIREITOS, Nosso coração na rima leu, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s