É JUSTO

Assisti a minissérie “Justiça”(Globo) e me surpreendi com o fato de ver uma obra desse porte, falando de assuntos que a sociedade prefere ignorar. Todo mundo sabe que brigas de vizinhos às vezes viram caso de policia, mas ninguém quer falar sobre isso. Todo mundo sabe que eutanásia é um assunto que precisa ser discutido, mas preferem ficar esticando discussões como que remédio deve ou não ser liberado no país. Todo mundo sabe que tem gente que atropela e não socorre, mas ninguém usa o celular nesse momento para fotografar a placa do carro. Agora fazer selfie em tudo quanto é lugar e caçar pokémon é o único uso que fazem do celular. E por fim, todo mundo sabe que filmar uma pessoa sem o consentimento desta é antiético e, mesmo assim continuam fazendo. O que a justiça tem feito?
Foram todas essas discussões que os episódios com Fátima (Adriana Esteves), Rose(Jessica Ellen), Celso(Vladimir Brichta),Débora (Luisa Arraes), Maurício (Cauã Reymond), Elisa(Deborah Bloch), Vicente(Jesuíta Barbosa) trouxeram pra todos. Às voltas cada um com seu dilema, as vidas se entrelaçaram mas os personagens cumpriram seu objetivo: fizeram justiça a sua maneira. Encontraram a justiça que eles acreditam. Alguns ate fizeram justiça com as próprias mãos. Longe de ser receita, “Justiça” apenas quis levantar aquela poeira escondida debaixo do tapete e…conseguiu. E agora, o que fazemos com isso?
#querojustica
Patricia Fields

Esse post foi publicado em FILME, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s