INDEPENDÊNCIA OU MORTE

Como eu entendo essas palavras hoje. Independência ou morte? Isso é uma escolha que devemos considerar. Ser livre é uma conquista diária. O opressor sempre pode voltar: as vezes com outro rosto, com novos ardis. Mas ele vai estar lá, sempre que alguem acordar sonhando com liberdade. A tal da liberdade. Assim é o filme “Independence Day – o ressurgimento” com Liam Hemsworth, Jeff Goldblum, que assisti. O inimigo alienígena que havia sido derrotado no primeiro filme, retorna. Retorna mais cruel e mais forte. Retorna trazendo um rastro de destruição. Quanta perversidade! Somente os personagens que bem conhecemos do primeiro filme podem desvendar esse mistério e usar a ciência e a bravura para sobreviver. Este filme foi uma continuação bem feita que não deixou o padrão do roteiro cair.
A cena que mais eletrizante foi quando a abelha rainha alienígena cerca um ônibus cheio de crianças. Corre, corre.
Patricia Fields

Esse post foi publicado em DATAS COMEMORATIVAS, FILME, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s