SITUAÇÃO DELICADA

Assisti a peça “Crimes delicados” (de José Antonio de Souza) com André Junqueira, Bernardo Schlegel e Well Aguiar. Na história da peça, o casal Hugo e Lila desejam realizar um crime, mas para isso Lila começa a testar suas habilidades assassinas nos animais e por fim na empregada. Tudo isso seria trágico, se a vítima em questão não resistisse. Que embaraçoso! Efigênia, a empregada, sofre uma tentativa de assassinato mas não morre. Ela volta, volta para desespero de Hugo e Lila. E isso é engraçado. E faz pensar: já pensou se todos os crimes dessem errado?
Já pensou se a vítima voltasse para assombrar seu algoz?
Ah, como seria bom se todo vilão recebesse o que merece!
Efigênia me fez rir, mas também me fez sair do teatro de alma lavada.
Patrícia Fields

Esse post foi publicado em Entretenimento, Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s