FELIZ EM OBEDECER? SÓ QUE NÃO

Tem acontecido sempre: vira e mexe alguém se aborrece com a minha pessoa. Pessoas que eu nunca vi na vida, me agridem verbalmente na rua ou torcem o nariz pra mim. Estão sempre jogando palavras malignas em cima de mim. E olha que eu sou heterossexual, hein. Mas por que sera que toda gente me escolhe como seu alvo? Veja bem: outro dia, uma idosa reclamou que eu já estava a uma hora na loja fazendo compras. O que ela tem a ver com isso? Ta certo, eu demorei a escolher um único item( porque tenho pouco money, sou pobre).A idosa também era cliente, mas resolveu se meter na minha vida, até me empurrar na fila ela me empurrou, com raiva, segundo ela, da minha demora. Sinceramente, por que estão me dando ordens na rua? É por que sou negra?
É por que sou mulher negra?
Se estou no ônibus, idoso entra, quer que eu levante e lhe dê lugar, mesmo que não esteja no setor preferencial. Por que?
Recentemente, a empresa Dove divulgou campanha que associava a mulher negra à sujeira. E a exemplo disso, desconfio que estejam tentando difundir esse tipo de idéia racista, tentando instaurar uma cultura de supremacia branca. Acho que fazem veladamente para que não haja denuncias. Sem denuncia não há punição. E fazem mesmo! Quem é que vai impedir? Será este o sinal da volta de antigas culturas como o nazismo ou tem a ver com a chegada de estrangeiros em nosso território nacional? Será que os brasileiros pensam que as imigrações é tráfico de escravos? Só que não.
Fico feliz de ter nascido depois de 1888.
Mas tenho que revelar aos poucos leitores deste modesto blog, que o Brasil foi o último a acabar com a escravidão, mas que ainda existe brasileiro escravocrata. Infelizmente o racismo bufa arrogante e ameaçador no meio de nós; e pode ter qualquer face, pode ser até a de um idoso.
P.S: depois da divulgação do comercial, a Dove pediu desculpas. Pediu desculpas de um erro, que uma equipe inteira, de mais de uma pessoa, podia ter visto antes de publicar…engraçado, né!? Ainda bem que eu não uso sabonete Dove, pois pararia agora.
Patrícia Fields

Esse post foi publicado em DIREITOS, Notícias e política, Saúde e bem-estar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s